Ir para conteúdo principal
333 IMG 3119 Sustentabilidade

Eco Friendly Real Estate Promotor: Sustentabilidade

Comporta: Viver Sustentável

Antecipar o futuro

 

Consciente da sensibilidade ecológica do ecossistema em que o projeto Dunas se insere, a Vanguard Properties assumiu desde a primeira hora a Sustentabilidade como filosofia de base e princípio organizador. Isto torna o projeto verdadeiramente único e em perfeita sintonia com as necessidades do futuro, reconhecendo a necessidade imperiosa de combater as alterações climáticas, mas proporcionando ao mesmo tempo uma qualidade de vida exclusiva.

 

Visão inédita

O projeto integra as características do clima e do ambiente locais, tendo como objetivo a preservação da biodiversidade e da ecologia, simultaneamente explorando a sua capacidade natural de adaptação e resiliência destas aos constrangimentos resultantes das alterações do clima. 

Há uma grande predominância de áreas sem qualquer contaminação ou alteração, geradoras de qualidade do ar e de espaços de lazer, uma presença forte da natureza, com tudo o que isso acarreta de sentimento de tranquilidade e de liberdade.

Com a sua diminuta taxa de ocupação de solo (6%), imerso em 900ha de dunas e floresta, o projeto é essencialmente uma floresta, bem gerida e preocupada com o oferecer de privacidade e o mais baixo dos impactos visuais entre residências e outros edifícios.  

“A Comporta é um ecossistema único e de uma beleza arrebatadora que temos a obrigação de preservar. Estamos empenhados em tornar este projeto num verdadeiro exemplo de boas práticas no capítulo da sustentabilidade, só assim podemos assegurar um futuro melhor para todos.”

José Cardoso Botelho

CEO da Vanguard Properties
55 MG 7620 345 IMG 3124 114 IMG 1399 SC 2337
Default

Alguns fatores chave para a sustentabilidade

 

Construção em Madeira e Pré-fabricação

O projeto propõe o uso preponderante da madeira e outros materiais naturais como a cortiça e a fibra de celulose, para isolamentos térmicos, com a sua capacidade única de sequestrar CO2 da atmosfera, ao mesmo tempo permitindo o recurso à pré-fabricação, reduzindo tempo e uso de energia na construção, e todo o tipo de impactos negativos que estariam associados a uma solução convencional de construção com base em betão e alvenaria. 

A construção com madeira na Comporta será baseada em tecnologias e componentes de produção industrial como o ‘Woodframe’ e o CLT (Cross Laminated Timber), produzidas em Portugal (KŌZŌWOOD, Esposende) e com recurso a biomassa nacional.  A madeira é um material natural, renovável e reciclável, que promove o reflorestamento, retém o dióxido de carbono. Também não se recorrerá à queima de combustíveis fósseis para a sua transformação em fábrica.

Quanto à pré-fabricação trata-se de ter as casas de madeira produzidas ‘off-site’, em ambiente fabril e controlado – uma estratégia que garante alta qualidade e  permite fixar os colaboradores da unidade industrial na região de Esposende, evitando deslocações desnecessárias, promovendo o equilíbrio entre a vida profissional e pessoal, e também reduzindo a poluição atmosférica, visual e ambiental.

Comportamento energético

Todos os edifícios, residenciais individuais e todos os que estão associados às diferentes amenidades e serviços oferecidos, tirarão partido de uma arquitetura bioclimática e da excelente performance térmica dos materiais como, a madeira, a cortiça e outros materiais naturais, que serão do tipo NZEB- Net Zero Energy Buildings, algo que estará totalmente alinhado com os futuros regulamentos e normas de construção. 

Embora estejam ligados à rede elétrica, todos os edifícios usarão Energias Renováveis para produção de eletricidade com painéis fotovoltaicos, dimensionados para maximizar a contribuição fotovoltaica, para conforto térmico, iluminação e mobilidade elétrica.

Comunidades Energéticas

Todo o projeto constituirá uma Comunidade Energética, produzindo, consumindo e partilhando a eletricidade produzida localmente, com uma redução substancial de custo de eletricidade, para todos os proprietários de residências e edifícios.

Mobilidade

A mobilidade necessária está planeada de forma cuidadosa, com percursos otimizados entre edifícios, serviços e residências, incluindo os percursos de lazer, para a praia e para pontos associados com locais de vistas privilegiadas, dentro do complexo do Terras da Comporta.

Há um especial cuidado em facilitar o uso de veículos elétricos de duas rodas, veículos que serão até fornecidos com as próprias casas.

Outros aspetos

Destacamos ainda o tratamento das águas residuais com recuperação para sistemas de irrigação e a recolha selecionada de resíduos/lixos. Esta integração de processos e disponibilidades incluirá uma clínica de saúde, uma oferta ampla de desportos (incluindo o golf) e o uma preocupação com o fornecimento local de produtos, como os produtos alimentares a partir de produção local.